A BioSmart foi uma das duas startups selecionadas da 2aRodada do programa de Economia Criativa da Samsung & Anprotec para participar do Brokerage Event do INCOBRA, em Enghien-les-Bains, na França. Com foco em Internet das Coisas (IoT) aplicada nas áreas da saúde e bem-estar, o evento aconteceu entre os dias 5 e 7 de julho.

Foi um momento propício para a startup validar o modelo de negócios e o grau de inovação do MovSmart, produto que monitora e melhora os treinos nos equipamentos de musculação, inovando ao fornecer automaticamente informações detalhadas e precisas sobre os exercícios executados, além de manter armazenado todo o histórico de evolução.

Os founders da BioSmart tiveram ainda a oportunidade de contactar diversas startups com o objetivo de unir forças e aumentar a capacidade de entrada no mercado europeu. “Durante o segundo dia do congresso, expomos o produto para os participantes, conversamos com empresários de grandes empresas, empreendedores, responsáveis por incubadoras, e o público em geral de várias nacionalidades”, comentou a empreendedora Eliane Borges Vaz.

Além da participação no congresso, o time da BioSmart aproveitou a viagem para visitar academias e analisar a jornada do usuário, com intuito de identificar as diferenças e validar a solução proposta para o mercado europeu. Foi possível definir o público-alvo e conhecer as tecnologias disponíveis e utilizadas nas grandes academias europeias. “Conversamos com os responsáveis pelos projetos de internacionalização da Paris&CO – Agência de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Paris e de Le Tremplin, uma das incubadoras da Paris&CO, focada em inovação e tecnologia para esportes, para identificar possibilidades de internacionalização do MovSmart”, contou Eliane.

Programa da Samsung – Com a participação no Programa da Samsung, a BioSmart pode adequar a tecnologia do MovSmart para oferecer um produto mais barato ao mercado e trazer escalabilidade para o negócio. “Ser parte de um projeto da Samsung aumenta a visibilidade e credibilidade do produto. Isso ajuda a abrir portas e facilitar parcerias. A Samsung também tem colaborado na estruturação da solução e tem nos auxiliado a atingir o mercado de forma mais consistente”, acrescenta Eliane.  

Já o Acelera MGTI tem ajudado a startup a fortalecer o modelo de negócios, visando a comercialização de seu produto. “Através dessa parceria, a BioSmart tem acesso a um networking rico, está tendo a chance de criar sua rede de desenvolvimento, em Belo Horizonte, que tem um ecossistema de inovação muito ativo e um mercado fitness bastante promissor”, enfatizou a empreendedora.